Qual o tamanho normal do pênis? É saudável aumentar?

O pênis sempre foi considerado fonte de potência, masculinidade e de domínio entre os homens. Quanto maior o tamanho do pênis, maior a força e a importância do seu dono entre as mulheres e entre os outros machos do seu grupo. Um pênis grande impressiona a todos, indica que o seu dono tem muito hormônio, muita força, tem prestígio e merece respeito; trata-se de um macho dominante.

Um pênis grande demonstra que aquele homem é mais bem dotado, tem mais vigor sexual e é mais desejado pelas mulheres do que os outros, dando ao seu dono respeito e admiração, ao mesmo tempo em que inibe eventuais concorrentes. Muitos homens tem feito tratamento com macho para ter um um órgão genital mais avantajado e obter melhores resultados nas ereções.

É comum, e portanto normal, a preocupação de milhares de homens com o tamanho do seu pênis, mesmo quando a sua função erétil está preservada. Da mesma forma que milhares de mulheres colocam próteses mamárias por questões puramente estéticas, caprichos, prazer ou vaidade, também os homens despertam cada vez mais para a estética daquilo que pode melhorar; o tamanho do pênis.

Todos os homens com queixas sobre o tamanho do pênis devem ser ouvidos com atenção ao invés de simplesmente serem despachados com a frase “procura um psicólogo que isso é um problema da sua cabeça”.

O tamanho normal do pênis é aquele que deixa o homem e a sua parceira satisfeitos. A literatura médica mostra que a média do pênis normal varia com a raça, mas fica entre 8,5 e 9,4 cm em flacidez e entre 12,9 e 14,1 cm em ereção. Homens da raça negra têm média maior e homens da raça amarela têm média menor. Existem homens satisfeitos com pênis menores, enquanto que também existem homens insatisfeitos com pênis maiores. Acreditamos que a satisfação com o tamanho do pênis seja uma questão de ordem pessoal e inteiramente subjetiva; como quase tudo na vida.

tamanho do penis do homem

O tamanho também é importante

Alguns fatores influenciam no tamanho do pênis como a temperatura fria, o pós-operatório de cirurgias de próstata, o fator genético e o fator educacional (a opinião que o homem tem de si mesmo). Outras condições urológicas também alteram o tamanho do pênis como hipospádias, epispádias, encurtamentos da Doença de Peyronie, lesões traumáticas ou a retração peniana de pacientes com lesão de medula.

Não existe uma relação entre o tamanho do pênis em repouso e em ereção, ou seja, um pênis pequeno em repouso pode aumentar muito na ereção e um pênis grande, quando ereto, pode aumentar pouco. Também não existe relação entre o tamanho das mãos, dos pés ou do nariz com o tamanho do pênis. A masturbação e a prática sexual também não interferem no tamanho final do pênis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *