Empréstimo consignado: o que é empréstimo consignado?

Você tem interesse em pedir um empréstimo consignado, mas não tem certeza se a modalidade de crédito é a ideal para você? Não se preocupe, pois vamos tirar todas as suas dúvidas aqui.

Os trabalhadores com carteira assinada, são funcionários públicos ou recebem algum benefício do INSS têm direito a fazer um empréstimo consignado.

Por ser uma opção mais barata, será que vale a pena partir para esse tipo de crédito? É o que você vai descobrir neste artigo. Acompanhe!

O que é empréstimo consignado?

É o empréstimo que desconta diretamente do pagamento mensal do trabalhador ou do beneficiário do INSS. Ou seja, quando você solicita um empréstimo consignado, as parcelas da dívida são retiradas de sua conta assim que o dinheiro cai.

Além de não ter como você esquecer de quitá-las, essa é uma maneira dos bancos e financeiras se protegerem contra falta de pagamento, pois o risco é bem menor. Outra coisa que pode tornar essa modalidade de crédito consignado interessante são os juros mais baixos que um empréstimo pessoal.

Quem tem direito ao empréstimo consignado?

Como mencionado, as parcelas da dívida desse tipo de crédito são descontadas automaticamente do pagamento recebido todo mês. Isso significa que somente alguns podem solicitar, como:

  • trabalhador com carteira assinada;
  • funcionário público;
  • pensionistas e aposentados do INSS.

O funcionário privado só poderá ter acesso ao crédito consignado, caso a empresa onde trabalha for conveniada a algum banco.

Vale a pena pegar um crédito consignado?

Tudo vai depender da sua necessidade. O empréstimo consignado possui taxas mais baratas, facilidade para contratar e prazos longos, sendo uma alternativa para quem pretende abrir um negócio, fazer a reforma da casa ou pagar uma dívida cara, como a do cheque especial ou do rotativo do cartão de crédito.

Para que o consignado não se torne uma dor de cabeça, é preciso ter certeza de que o dinheiro que sairá de seu pagamento todo mês não vai comprometer as outras contas.

Deixar alguém pedir empréstimo consignado em seu nome, contratar para compras do dia a dia ou para fazer uma aplicação financeira não valem a pena. Melhor rever seu orçamento e, principalmente não deixar ninguém usar seu nome para esse tipo de coisa, já que se algo der errado, quem pagará será você.

Além de não poder adiar a quitação, o cliente precisa avaliar outras desvantagens, como:

  • risco de perder o emprego – Nesse caso, terá que quitar toda a dívida de uma vez só ou renegociar com a credora, o que significa trocar o consignado por empréstimo pessoal e pagar juros maiores;
  • ser pego de surpresa por algum imprevisto – despesas médicas, viagens de urgência, reforma além do combinado, etc.

Em uma emergência, você acredita que é possível usar seu dinheiro sem arriscar a dívida do crédito consignado?

Caso você seja aposentado ou pensionista, existem regras definidas pelo INSS para a contratação dessa linha de crédito.

Agora que você sabe o que é empréstimo consignado e quando que vale a pena contratar, acredita que é a melhor modalidade para você?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *