Adenoide: O que é, sintomas e tratamento

Casos de adenoide são bastante comuns nas clínicas e hospitais espalhados pelo Brasil todo e afetam principalmente as crianças, que acabam sofrendo muito com o surgimento de sintomas bastante incômodos que podem durar semanas ou meses para desaparecer.

Entenda o que é a adenoide, quais os principais sintomas e como é feito o tratamento desse problema que atinge milhares de crianças todos os anos.

Adenoide

O que é adenoide?

Adenoide é o termo utilizado para definir os dois pequenos grupos de tecido linfoide que estão localizados entre a parte posterior do nariz e acima da garganta, região também chamada de rinofaringe.

Esses aglomerados de tecido, ao contrário das amigdalas, que podem ser vistas e examinadas a olho nu, só podem ser examinados por um Otorrino, para que se obtenha um diagnóstico com mais precisão e, assim, seja recomendado o melhor tratamento.

Diferente do que grande parte das pessoas imagina, a adenoide não é uma doença. Esse grupo de tecidos funciona como uma importante proteção para o sistema de defesa do organismo, principalmente durante a primeira infância.

Ela começa a se desenvolver por volta dos dois anos de idade e atinge seu ápice entre os quatro e os sete anos, quando começa a regredir.

Causas

Ainda não há uma definição sobre os fatores que ocasionam o surgimento dos sintomas característicos da adenoide.

Muitos especialistas entendem que o crescimento e a não regressão dos tecidos linfoides sejam características específicas de cada criança, o que faz com que isso aconteça com algumas crianças, enquanto outras não sofrem com qualquer tipo de problema dessa natureza.

Inclusive a relação feita entre problemas causados pela adenoide e outras doenças como asma e rinite não se comprova, já que existem inúmeros casos de crianças que apresentam os sintomas da adenoide sem nenhum histórico dessas doenças.

Infecções virais são as causas mais comuns dos casos de adenoide registrados nos hospitais e clínicas de otorrinolaringologia em todo o país.

Sintomas

Quando ocorre o crescimento da adenoide e depois esse grupo de tecidos não regride, é comum que a criança apresente sintomas como:

  • Respiração pela boca;
  • Agitação durante o sono;
  • Diminuição no controle urinário;
  • Dificuldade para ingerir alimentos;
  • Doenças respiratórias e pulmonares recorrentes;
  • Apneia;
  • Ronco;
  • Dificuldade de concentração.

Esses sintomas são muito mais comuns em crianças nas quais a adenoide não sofreu sua regressão natural, mas é possível que adultos também apresentem os mesmos sintomas.

Como é o tratamento?

O tipo de tratamento recomendado pelo otorrino após a confirmação do diagnóstico leva em consideração tanto o tamanho da adenoide quanto os sintomas que a criança tem apresentado.

Quando o crescimento da adenoide faz com que ela ocupe cerca de 70% da região conhecida como rinofaringe nas crianças, é comum que o tratamento mais indicado seja a cirurgia, conhecida como adenoidectomia.

Trata-se de um procedimento cirúrgico considerado simples, realizado com uso de anestesia geral, e com duração de cerca de dez minutos.

É realizada a curetagem da adenoide com auxílio de um aparelho introduzido pela boca do paciente, e alguns médicos podem utilizar uma câmera de vídeo para ter uma visualização melhor da região.

Conclusão

Problemas relacionados ao crescimento da adenoide são muito comuns em crianças a partir dos três anos de idade, e na maioria das vezes os tecidos da região regridem naturalmente.

Quando não ocorre essa regressão natural, é preciso a intervenção do otorrinolaringologista para analisar o quadro e definir o melhor tipo de tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *